22 Estratégias de Marketing Digital Simples de Implementar

22 Estratégias de Marketing Digital Simples de Implementar

Com a chegada do universo digital, o setor de comunicação vem sofrendo mais transformações do que nunca. As estratégias de marketing digital, nesse sentido, ganham uma proporção cada vez maior. Por ser um mercado amplo, abrangendo redes sociais, mecanismos de busca, blogs e outras redes de publicidade online, não param de surgir novas estratégias para se destacar. 

Muito dessa evolução deve-se ao avanço da tecnologia, mais especificamente da inteligência artificial. O que já foi inimaginável, hoje é parte integrante da maioria das ações online. 

A verdade é que com tantas tendências surgindo, principalmente no ambiente digital, a maneira de se comunicar com o público está mudando. Isso significa que as empresas que não acompanharem esse movimento ficarão para trás. 

O que funcionava de uma maneira em um passado recente, pode funcionar de outra. Por isso, neste artigo separamos, entre novas e antigas, 22 estratégias de marketing digital para você começar a implementar hoje.

1. Marketing de conteúdo

A produção de conteúdo é a base para qualquer otimização na internet, seja ela em blogs ou sites institucionais. Não importa quais foram as recentes atualizações dos buscadores. Até agora, em todas elas, educar seu público por meio de texto, imagens e vídeos gera bons frutos. 

Essa estratégia é tão importante que mais de 80% dos profissionais concordam que a criação de conteúdo faz com que seu público veja sua organização como um recurso confiável. 

Além disso, o marketing de conteúdo tem custos baixos e mais benefícios a longo prazo do que a pesquisa paga. Em números, a produção de conteúdo é 62% mais barata e gera três vez mais leads que estratégias outbound. Não à toa, portanto, que empresas de todos os tamanhos, utilizam blogs para aumentar seu alcance online.

2. Links patrocinados

Se seu orçamento permitir, considere incluir campanhas de links patrocinados em seu planejamento de marketing digital.

O SEO e o marketing de conteúdo são atrativos, pois seus custos são reduzidos quando você os faz sozinho. Contudo, esse é um trabalho que leva tempo para gerar resultados. Assim, se você precisa vender em um espaço menor de tempo, campanhas de PPC (pagamento por clique) são excelente opções. 

No mercado existem muitas plataformas para você escolher, sendo que a mais conhecida é o Google Ads. Nele você pode escolher pagar por impressões ou cliques, bem como segmentar seus anúncios para atingir seu público. Resumidamente, os links patrocinados, para aqueles que possuem orçamento, tem maior capacidade de geração de leads e reconhecimento de marca em menos tempo. 

3. Landing Pages 

Não importa se você vai promover seu negócio de maneira patrocinada ou orgânica, uma landing page é fundamental para aumentar sua taxa de conversão. Isso porque ela é uma página destinada a levar seus consumidores ao próximo estágio de sua jornada de compra. Diante disso, é possível criar páginas de destino com a meta de gerar novos leads ou vendas.

Para ser efetivo nessa estratégia, também há algumas boas práticas. Destaque botões de CTAs, liste os benefícios que o consumidor terá com seus produtos ou serviços, capriche no design e, por fim, selecione as palavras-chave de acordo com a proposta da sua página de destino. Isto é, se ela tem por objetivo gerar leads, não será efetivo anunciá-la ou otimizá-la para palavras fundo de funil.

4. Pop-ups

A principio, os pop-ups podem ser grandes vilões da experiência do usuário. Por outro lado, quando bem utilizados, podem ajudar a potencializar seus resultados. Ao posicioná-los estrategicamente, você é capaz de engajar e até fazer com que seus consumidores preencham formulários de contato. Mas como fazer isso?

Os Pop-ups são um pouco intrusivos, é verdade. Entretanto eles são ótimas ferramentas para aqueles que já estão engajados com seus site ou blog. Se uma pessoa está muito tempo em sua loja virtual é provável que ela esteja interessada em adquirir algum produto. Diante disso, oferecer um cupom de desconto em troca do e-mail do consumidor pode ser uma boa alternativa. O mesmo pode funcionar para aqueles que passam um bom tempo em seus artigos.

5. Remarketing

Outro aspecto crítico do publicidade digital é atingir novamente clientes que não converteram em seus primeiros anúncios. Isso funciona rastreando pessoas interessadas em sua marca por meio de cookies.

Imagine que um usuário clicou em seu anúncio, foi levado à sua loja virtual, porém não converteu. Em sua campanha de remarketing, você pode segmentar seus anúncios para apenas pessoas que tiveram esse comportamento. Afinal, a tendência de alguém fazer uma aquisição logo no primeiro contato com sua marca não é das maiores. 

O remarketing ajuda você a se envolver com os clientes em potencial, ajuda no reconhecimento da marca e aumenta as conversões. Você também pode conquistar os clientes de seus concorrentes, ajudando a pagar qualquer investimento que você fizer na criação de novos anúncios.

6. Estratégias de marketing para mídias sociais

O uso de mídias sociais como parte de sua estratégia de marketing digital é trabalhoso e requer reflexão para garantir que você mantenha os visitantes envolvidos. No entanto, as mídias sociais continuam em alta, e mesmo com as recentes atualizações plataformas, como o Instagram e Facebook, são ótimos para atingir seu público.

Uma das maneiras mais fáceis de usar as mídias sociais é aproveitar as postagens do seu blog. Reciclar conteúdo é a melhor maneira de estar presente em vários canais digitais. Adapte o formato do conteúdo para tudo que for relevante para seu público, assim você estará evitando muito retrabalho.  

Uma abordagem criativa mantém os seguidores engajados. Incentive o compartilhamento, sem perder a identidade da sua marca para criar uma cultura comercial inspiradora para os clientes em potencial.

7. Stories nas mídias sociais

Tudo começou com o Snapchat. Contudo, as “histórias” mostraram-se tão eficazes que foram introduzidas em outras redes sociais e até Youtube. E o resultado não poderia ser outro: hoje, no Instagram, ele é o recurso mais utilizado pelos usuários. Confira algumas vantagens em utilizar os stories em sua estratégia digital:

  • Maior reconhecimento da marca
  • Envolvimento constante com os seguidores
  • Maior tráfego para sua página (é o único post do Instagram que permite inserir links)
  • Oportunidade de alcançar públicos mais jovens

8. E-commerce nas redes sociais

Com o comércio eletrônico e as mídias sociais crescendo a taxas alarmantes, não é de admirar que profissionais de marketing estejam juntando os dois para maximizar as oportunidades de vendas.

Em suas últimas atualizações, o Instagram introduziu postagens fundamentais para e-commerces. Elas permitem que as marcas vinculem sua loja a partir de postagens com os botões “Comprar agora”. Além disso, o usuário pode concluir a compra no próprio app da rede social.

As marcas de e-commerce, portanto, esperam que isso reduza o risco de os clientes abandonarem o carrinho porque precisam trocar de aplicativo ou entrar em uma loja desconhecida.

9. Fóruns e Grupos

Dentro das redes sociais ainda temos que considerar os grupos e fóruns. Nelas o engajamento com o público pode ser mais alto do que em qualquer outro canal. Afinal, todos os participantes dessas comunidades online estão predispostas a discutir sobre determinado assunto.

Utilizar essa estratégia de marketing digital pode parecer banal, mas quando trata-se de reconhecimento de marca, ela é altamente efetiva. 

Isso porque, ao tentar vender algo nessas comunidades, provavelmente sua taxa de conversão será próximo de zero. Por outro lado, uma vez que você distribui conteúdo relevante que sane as dúvidas do público, estará mostrando que sua marca é autoridade em seu nicho. Uma ótima maneira de fazer isso é utilizar posts do seu blog para responder perguntas feitas nesses grupos. 

10. E-mail Marketing

Sem dúvida, você já considerou o e-mail marketing, mas qual é a eficácia para atingir suas metas? 

O email marketing já é uma ótima ferramenta para gerar mais leads se comparado a qualquer outra estratégia. Com ele, você também pode aumentar suas vendas e taxas de conversão.

Se você já está gastando demais com marketing digital, o email marketing é um dos métodos mais acessíveis disponíveis no mercado. Em alguns casos, é até gratuito.

Você ainda pode combiná-lo com outras mídias, pois é um dos métodos de marketing mais integrados. Adicione, por exemplo, ícones de compartilhamento social. O marketing feito por email ajuda a reduzir seus ciclos de vendas ao enviar conteúdo no estágio certo da jornada do consumidor.

11. Notificações Push

Apesar do e-mail marketing ser um grande aliado de qualquer profissional de marketing digital, criar e manter uma lista engajada com sua marca não é tão simples. Nesse cenário, os apps de notificações push são ótimas alternativas para aumentar seu alcance. Afinal, cerca de um terço das pessoas de 18 a 34 anos optam por receber esse tipo de aviso. 

Essas ferramentas são relativamentes novas no mercado. Contudo já vêm ganhando um grande espaço entre os responsáveis pelos sites das empresas. Além disso, com mais espaço no mercado, serviços, como o Fox Push, estão ficando mais sofistacos e personalizados. 

12. Chatbots

Os chatbots consistem em outra tecnologia que também ganhou o cenário de comunicação. Baseado em inteligência artificial, ele usa mensagens instantâneas para conversar em tempo real com seus clientes. Assim, além de favorecer a experiência do usuário, você tem um sistema de atendimento, mesmo que um pouco mais impessoal, disponível dia e noite. 

13. Marketing de influência

O marketing de influência é uma estratégia que se concentra no uso de líderes importantes para levar a mensagem da sua marca ao mercado. Os influenciadores podem ser celebridades conhecidas, mas mais frequentemente são personalidades do Instagram ou do YouTube, com um grande número de seguidores que podem ajudar a espalhar a palavra sobre o seu negócio ou produto através de seus canais sociais.

O marketing de influência aproveita a autenticidade e autoridade dos líderes para que outras pessoas confiem em suas recomendações. E essa estratégia só está ganhando cada vez mais espaço na mídia. Segundo estudo da mediakix, cerca de 10 bilhões de dólares são gastos anualmente com esse formato de publicidade. 

14. Design Responsivo

Não é novidade que os smartphones são os principais responsáveis por seu cliente estar online maior parte do tempo. Por isso, tornar seu site responsivo é uma das partes mais essenciais do marketing digital. Afinal, com a programação correta, você pode fazer com que seu site esteja em conformidade automaticamente com todas as telas móveis.

Para fazer isso é importante contar com um web designer e um especialista de SEO. Programar suas páginas por meio do código aberto AMP permite que seu site carregue mais rápido, consequentemente melhor ranqueado para os padrões do Google.  

15. Marketing visual

Recursos visuais podem levar a experiência do usuário ao próximo nível. São milhões de pesquisas por imagens nos principais buscadores da internet. 

O Pinterest, percebendo essa movimentação, lançou novos recursos para a pesquisa visual. Trata-se do Lens, uma ferramenta que permite buscar por semelhantes a um foto do usuário. E o Google, também não poderia ficar para trás. O principal mecanismo de pesquisa hoje permite consultas com imagens para encontrar, preços, locais, produtos ou outras imagens.

Enfim, você, como profissional de comunicação, precisa acompanhar esse movimento. Apele para mais recursos visuais em seu conteúdo. Explore imagens e infográficos de qualidade. Por fim, saiba fazer SEO para imagens a fim de aparecer nos primeiros resultados de pesquisa.

16. Marketing de vídeos

O marketing de vídeo também é uma das tendências de comunicação que vai prevalecer pelos próximos anos. Afinal, o vídeo é de longe a maneira mais popular que os clientes desejam aprender sobre novos assuntos.

Nesse cenário, o Youtube é o maior canal para a audiência buscar conteúdos audiovisuais, porém não é a única. Postagens em vídeos em redes sociais, bem como as transmissões ao vivo são ações de destaque. 

O conteúdo em vídeo traz possibilidades infinitas. Em poucos minutos você pode educar sua audiência e, assim, alimentar todo o funil de vendas. Lojas, por exemplo, utilizam vídeos comparando produtos para encurtar a jornada do cliente, uma vez que ele vai preferir você a seu concorrente. 

E os benefícios não param por aí. Todo o conteúdo em vídeo pode ser facilmente reciclado. Imagina que você tem um canal no Youtube com algumas playlists. Todo esse conteúdo pode ser compartilhado nas redes sociais ou até transcrito para alimentar seu blog. 

17. Pesquisa por voz 

Outro comportamento que merece atenção é o aumento acelerado da pesquisa por voz. Com a popularização de assistentes de voz, como a Alexa e Siri, podemos dizer que a inteligência artificial também está mudando a maneira como buscamos na internet. 

Em números, há uma previsão que metade de todas as buscas sejam feita através de recursos de áudio em 2020. Diante disso, torna-se necessário adaptar algumas estratégias de marketing digital, principalmente SEO. 

Ou seja, mais empresas produzirão conteúdo de áudio na esperança de obter reconhecimento da marca. Além disso, os conteúdos deverão cada vez mais respeitar um tom de conversa para respeitar as pesquisas. Diante dessas mudanças, saber buscar palavras-chave pode fazer toda a diferença.

18. Pesquisa local

O marketing voltado aos estabelecimentos físicos já é uma técnica que vem sendo discutida há bastante tempo. E isso se deve, principalmente, ao principal motivador de todos os esforços de comunicação – os clientes. 

O comportamento do consumidor, que até pouco tempo encontrava novas lojas a partir de jornais e malas diretas, mudou. Atualmente, quem busca um estabelecimento físico, digita o que deseja e, em fração de segundos, obtém respostas nas redes sociais ou no Google. 

No geral, postagens de influenciadores, páginas no Facebook, Google Maps e pesquisas “perto de mim” são os recursos mais recorrentes para esse tipo de busca. Entretanto, anúncios e outras maneiras de publicidade online são ótimas alternativas para divulgar seu  espaço.

O fato é que as estratégias de marketing, mesmo que feitas na internet, não devem se restringir ao ambiente digital. O consumidor também quer aprender sobre sua loja. Nesse sentido, cabe a você investir em SEO local, anúncios no Google maps, entre outras estratégias.

19. Mídia adquirida

Todo profissional de comunicação deseja que suas estratégias gerem mídia espontânea. Isto é, o bom e velho boca a boca não perdeu sua força com o digital. Na verdade, está mais forte do que nunca. 

O conteúdo adquirido e gerado pelo próprio usuário é valioso. Afinal, ao incentivar seu público-alvo a compartilhar seu conteúdo ou indicar sua marca, você pode aumentar as taxas de conversão.

Os consumidores confiam mais nos outros do que dizem as próprias marcas. Indicações e relatos de experiências positivas após adquirir um produto ou serviço, por exemplo, são ideais para incentivar a tomada de decisões. 

Tudo isso trata-se do gatilho mental de prova social. A GoPro, sabendo do poder do conteúdo adquirido, investe em vídeos de consumidores dos seus produtos em seu canal do Youtube. 

20. Automação de marketing

A automação de marketing é um elemento que pode potencializar muitas técnicas de marketing digital. Saber mais sobre como comunicar com seus consumidores de maneira automatizada é prioridade, visto que os principais players do mercado já utilizam essa metodologia.

Para ter sucesso com automação, procure uma plataforma de CRM. Elas podem funcionar bem em conjunto pois essas ferramentas armazenam as informações dos seus contatos. Por fim, o mais importante da automação é manter seu conteúdo consistente em todos os canais para dar estabilidade à sua comunicação.

21. Personalização 

Se você quer se destacar como profissional de marketing, já passou da hora de pensar em personalizar as suas ações. Isso porque, com um cliente bombardeado de mensagens todos os dias, é preciso muito mais cuidado para atraí-los. 

No marketing digital, você deve utilizar a capacidade de coleta de dados a seu favor. Histórico de compras, comportamento da persona, bem como links clicados podem ajudar você na geração de conteúdo e na criação de anúncios. 

Hoje, o foco é a experiência do usuário, consequentemente o disparo de publicidade genérica está cada dia menos efetiva. Invista em pequenas ações: recomendar produtos relacionados, por exemplo, é uma estratégia utilizada pela Amazon e que fornece ótimos resultados. 

22. Marketing Omnichannel 

Para os próximos anos, mais do que colocar todas as 21 estratégias citadas em prática, você precisará integrá-las. Isso porque, se o marketing multicanal é efetivo, o omnichannel é a oportunidade dos profissionais atenderem todas as necessidades e desejos do seu público. 

Marketing omnichannel consiste em usar vários canais para proporcionar melhores experiências. Nele, as marcas devem apresentar uma voz e uma mensagem consistentes e transparentes em todos os meios disponíveis, incluindo vitrines físicas, canais de mídia social, online, em catálogos e em qualquer outro lugar que você possa imaginar. 

Todos os canais devem estar vinculados em uma estratégia abrangente para obter os melhores resultados. Isso é o que diz o marketing 4.0, o qual estamos vivendo hoje. Assim, se você não estiver acompanhando a maré, começará a ficar para trás.

Leave a reply

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Your comment:

Your name: