Native Ads: O que é, para que serve e quais suas aplicações

Native Ads: O que é, para que serve e quais suas aplicações

Atualmente, publicidade nativa é um termo muito utilizado dentro do cenário de marketing digital. Apesar disso, a pergunta “O que é native ads?” ainda é comum, até mesmo entre profissionais de comunicação.

O nome que se dá a essa maneira de fazer publicidade online ganhou popularidade justamente quando as extensões bloqueadoras de anúncio ganharam destaque entre os internautas. Nesse sentido, o native ads surgiu como a solução para profissionais de marketing que buscavam uma nova maneira de alcançar seu público.

Leia este artigo, entenda melhor a definição, para que serve e como criar uma campanha de native ads. 

O que é Native Ads?

Native ads é um link patrocinado exibido de forma semelhante à aparência do site na qual a mensagem é veiculada. A ideia central dessa publicidade nativa, portanto, é tornar o anúncio mais discreto possível, a fim de melhorar a experiência do usuário

Resumidamente, essa é a definição sobre o tema, porém esses anúncios nativos abrangem boa parte da internet. Nesse sentido, podem ser encontrados em vários formatos e em vários contextos diferentes.

Todo o anúncio que se diz “nativo” tem o mesmo objetivo. Isto é, fornecer publicidade de maneira não invasiva, e abordar o consumidor de forma mais “orgânica”. Assim, tanto os anunciantes quanto os editores, a fim de garantir anúncios que levem valor ao leitor, conseguem filtrar as campanhas veiculadas por palavras-chave e interesses, por exemplo. 

A publicidade nativa pode vir em qualquer formato (artigo, vídeo, landing page ou infográfico). Além disso, também pode ser exibida de diversas maneiras e em vários canais. Continue lendo este artigo e veja quais os tipos de Native Ads. 

Quais os tipos de publicidade nativa?

Desde seu surgimento, o conceito de “publicidade nativa” teve tempo e espaço para evoluir. Hoje, são várias as opções para você escolher por em prática essa estratégia. Por isso, separamos dois formatos principais de Native Ads para você entender melhor como esses anúncios funcionam.

Conteúdo Patrocinado

A primeira, e talvez mais óbvia, trata-se do conteúdo patrocinado. Ou seja, vídeos e artigos que aparecem em sites e portais populares, os quais já têm uma audiência online significativa. Por exemplo: UOL, MSN e Yahoo. 

O conteúdo patrocinado nesses sites é projetado para imitar a sensação e estilo dos outros conteúdos editoriais publicados. Dessa forma, mesmo que haja uma intenção promocional, os anúncios são discretos e agradáveis ao leitor. 

native ads

A ideia central das campanhas nesse formato é entregar, muito mais que uma oferta, um conteúdo de alto valor. Isto é, criar uma conexão com o público, sem que ele saiba que está consumindo um anúncio. 

Conteúdos patrocinados são perfeitos para aumentar o alcance de artigos e vídeos topo de funil. Isso porque, eles são capazes de conscientizar o consumidor sobre um problema que sua marca poderá resolver futuramente. 

Conteúdo Recomendado

Na internet, nada mais efetivo do que entregar conteúdo relacionado àquele que o leitor já está consumindo. Diante disso, as principais plataformas de Native Ads desenvolveram mecanismos avançados de recomendação que estão tornando esse formato uma oportunidade real para empresas digitais de todos os tamanhos. 

Você já deve ter visto ao final ou ao lado de uma página, novos links com a seguinte chamada: 

  • “Você também pode gostar…”;
  • “Recomendados a você”;
  • “Conteúdo patrocinado por…”,

Boa parte desses novos conteúdos exibidos referem-se aos links patrocinados segmentados, tanto pelo editor quanto pelo anunciante. Dessa forma, esses conteúdos recomendados são veiculados a fim de entregar uma mensagem relevante ao público. 

Por que investir em campanhas de Native Ads?

A comunicação digital tornou-se fundamental para atingir o consumidor em sua jornada de compra. As campanhas de Native Ads, nesse cenário, é uma das muitas maneiras pelas quais os profissionais de marketing buscam acompanhar o comportamento do consumidor. 

Confira nove motivos para considerar campanhas de publicidade nativa em seu próximo planejamento de marketing digital:

1. CTRs mais altas

Devido ao posicionamento e ao design adaptável, os anúncios nativos geralmente possuem CTRs 5 a 8 vezes maiores em relação às publicidades de display. 

Campanhas de native ads obtém ainda mais destaque nos dispositivos móveis, onde as pessoas passam um tempo cada vez maior. O internauta está cada vez mais conectado por meio dos seus smartphones. Nesse sentido, fazem compras e consomem mais conteúdos através desses aparelhos. 

Concentrar seus investimentos nos anúncios mobile, portanto, é uma chance a mais de aumentar sua taxa de cliques. 

2. Baixo custo

Com as taxas de cliques mais altas, os custos por clique e, consequentemente, o custo por aquisição diminui. Dessa forma, para manter as mesmas taxas de conversão de outras plataformas, o investimento costuma ser menor. 

3. Resultados em escala

De acordo com a Adweek, quase metade das marcas que investem em mídias sociais não sentem o “impacto” dos seus investimento. Além disso, com o algoritmo do Facebook enfraquecendo as publicações orgânicas, o Facebook Ads passa a ser mais concorrido e mais caro. 

Diante desse cenário, empresas buscam nas plataformas de Native Ads maneiras alternativas para se destacar. Afinal, ferramentas, como o Taboola, permitem que as marcas veiculem anúncios em diversos formatos, os quais serão exibidos em milhares de editores. Entre eles, grandes portais ou blogs de nichos – onde estão a sua persona. 

4. Inteligência artificial precisa

Outro efeito positivo de migrar para as campanhas de native ads, em vez de se ater apenas às plataformas de mídia social, é que cada campanha se baseia no sucesso da última. Todos dados em nível de campanha são armazenados na plataforma para que você possa concentrar seu orçamento no que funciona. 

Ou seja, a inteligência artificial das plataformas de Native Ads torna sua próxima campanhas mais efetiva do que a anterior. 

5. Segmentação sofisticada

A publicidade nativa permite todo tipo de segmentação imaginável: contextual, demográfica, psicográfica, baseada em localização, baseada em dispositivo ou baseada em intenção.

A segmentação personalizada disponível por meio de publicidade nativa programática é a chave para conquistar novos clientes. Veiculando seus anúncios em apenas sites do interesse do seu público, por exemplo, aumenta exponencialmente a chance de interação com seu conteúdo patrocinado. 

6. Pouco invasivo

A maioria dos consumidores prefere conhecer uma marca por meio de conteúdo do que através da publicidade tradicional. Ou seja, da maneira mais orgânica possível.

Nesse sentido, os anúncios nativos, que atuam como uma extensão da experiência de navegação cumprem esse papel. Ao ajustar a forma e função de uma página na web, por exemplo, a publicidade nativa se encaixa perfeitamente, sem prejudicar a experiência do internauta. 

Consequentemente, anúncios nativos aumentam a probabilidade de interesse pelo seu conteúdo e também de conversão.

7. Alto engajamento

Em média, consumidores que clicam em Native ads passam tanto tempo na página do anunciante quanto se estivessem em uma própria do site do editor.

Obviamente, isso depende muito da qualidade do conteúdo. Mas fique tranquilo, ainda neste artigo passaremos algumas dicas para você obter sucesso em sua próxima campanha.

8. Para todos os nichos

A publicidade nativa é um setor extremamente amplo. E embora a mídia social ainda represente a maior parte dos gastos com publicidade, os números dos Natives Ads vêm crescendo.

No mercado digital já se percebe um grande aumento da preferência por anúncios de publicidade nativa. E isso, mais do que qualquer coisa, deve-se aos contínuos avanços dessa maneira de comprar mídia. 

Plataformas de native ads então atingem empresas de todos os setores. Afinal, em grandes portais ou em editores de nicho, é possível encontrar seu público. 

9. Fortalece a marca

A publicidade nativa apresenta uma oportunidade única de compartilhar a história da sua marca. A combinação de imagens, título e descrição permite que os anunciantes exponham sucintamente sua mensagem, representem seu público-alvo e até forneçam informações extras sobre os benefícios, valores e histórias por trás do produto ou serviço. 

Além do anúncio, o conteúdo patrocinado apresenta a oportunidade de fortalecer sua marca com uma mensagem de impacto. 

Como criar uma campanha de Native Ads efetiva?

Agora que abordamos o que é native ads e seus benefícios, é hora de começar a planejar sua estratégia. Aqui estão cinco etapas para ajudar você a começar.

1. Defina seus objetivos

A melhor maneira para iniciar qualquer ação de marketing ou publicidade é definir suas metas e objetivos. Você está tentando gerar mais leads ou quer aumentar o reconhecimento da marca? 

Leve em consideração suas últimas campanhas, se houver, e use os resultados como referência para definir suas próximas metas. Se você estiver investindo em publicidade nativa pela primeira vez, use os resultados dos três primeiros meses como referência.

Depois de saber sua taxa de conversão, aloque um orçamento para a atividade. Leve em consideração datas sazonais também. Em eventos especiais, como datas festivas, você poderá gastar significativamente mais do que o normal. 

Seja flexível com seu orçamento. Se uma campanha está obtendo mais resultados do que o esperado, não hesite em injetar mais dinheiro nela.

2. Defina seu público

Identifique seu público. Com quem você está falando? Quem costuma interagir com o seu conteúdo? Quem você gostaria de ser o comprador ideal? 

Utilize o conceito de persona para definir seu público-alvo. Entenda suas características demográficas e geográficas, interesses, hábitos, preferências e padrões de consumo de conteúdo. 

Conhecer seu público permitirá criar mensagens efetivas, bem como facilitar a segmentação da campanha. 

3. Planeje suas campanhas

Planeje o tipo de campanha que você deseja exibir. Você não precisa definir as mensagens e o conteúdo imediatamente, mas decida quando executará as campanhas. 

Definir os prazos, determinará o orçamento de cada campanha e assim por diante. Você também precisa trabalhar em quais formatos de anúncio deseja exibir.

4. Crie e execute suas campanhas

Depois de definir seus objetivos e seu público-alvo, é hora de executar suas campanhas. Deixe sua criatividade fluir! Com base na mensagem e no objetivo da sua campanha, crie os anúncios e o conteúdo que melhor destacaria seu mensagem central.

Outro ponto que deve ser lembrado é: quando você exibe esses tipos de anúncio, é necessário que eles combinem perfeitamente com a interface do usuário do editor ou da plataforma.

5. Teste 

Acompanhe as métricas de cada campanha em relação às suas metas e objetivos para ver o desempenho delas. Experimente diferentes variações de anúncios, imagens, apelos à ação etc. Enfim, busque opções para otimizar anúncios e melhorar o desempenho.

Como escolher a melhor plataforma para sua campanha? 

Definitivamente, o mercado de Native Ads está em franco crescimento. De acordo com a IT Intelligence Market, a taxa de crescimento prevista até 2025 chegará a 21% ao ano. 

Investir nessas estratégias, portanto, é uma ótima oportunidade para alcançar seus objetivos. Mas antes disso, necessariamente você precisará escolher uma plataforma de que possa ajudá-lo a alcançar suas metas de marketing digital.

No mercado, você vai encontrar muitas empresas oferecendo esse serviço, mas como escolher a correta?

Veja abaixo todas as características que podem ajudar sua empresa a trazer melhores resultados a partir dessas campanhas.

Relações com parceiros

O primeiro, e mais importante, fator a ser considerado é a relação da plataforma de Native Ads com seus parceiros. Saiba, então, se a ferramenta que você deseja trabalhar possui ou não relacionamento direto com seus editores. 

É extremamente importante que elas tenham essa relação próxima, pois definirá onde seus anúncios serão veiculados. Contar com plataformas top de mercado, nesse sentido, garante mais visibilidade, verificar suas ações e mais proteção contra fraudes de clique. 

Gerenciamento de contas

Sua experiência ou falta dela em publicidade nativa deve determinar o nível de gerenciamento de conta necessário. Se você acredita que precisa da ajuda de profissionais para a atingir suas metas, pergunte sobre a assistência. Algumas plataformas oferecem suportes para a criação de campanhas e orientações para ajudar a otimizar seu resultados. 

Assistência criativa

A assistência criativa também vai depender das plataformas que oferecem suporte para a criação de campanhas. Se você possui bastante conhecimento sobre essas estratégias, isso pode ser totalmente descartável, Por outro lado, se esse não for o caso, ter uma equipe especialista à disposição pode ajudar você na criação de imagens e títulos, por exemplo.

O suporte criativo também consiste em analisar o que está funcionando melhor para cada nível de segmentação. Nesse sentido, é primordial que a plataforma escolhida ofereça dados robustos que ajudam a entender o comportamento do consumidor a fim de ter uma maior taxa de cliques. 

Otimização de lances

Deseja maximizar o desempenho da campanha ajustando automaticamente o lance com base na probabilidade de gerar conversões ou visualizações de página? Esse recurso não está no comando de todas as plataformas de publicidade nativas. Pergunte ao seu parceiro de em potencial se ele pode oferecer lances “inteligentes” para garantir que você utilize seu orçamento nos momentos certos. 

Segmentação

Deseja atingir o público específico do seu nicho? A qualidade promovida pela segmentação da plataforma escolhida vai definir se você pode ou não fazer isso. Descubra se a ferramenta oferece soluções baseadas em desempenho de dados para ajudar a gerar resultados e escala.

Retargeting

O retargeting permite que os profissionais de marketing atinjam pessoas que já demonstraram interesse em seus produtos. É extremamente valioso para aumentar as conversões. As campanhas são redirecionadas com base em pixels ou em cliques anteriores.

Segmentação Lookalike

A segmentação lookalike é o processo de utilizar dados de comportamento e características de seus clientes para atingir públicos semelhantes. Algumas empresas de Native Ads permitem que você crie públicos semelhantes, carregando uma lista de emails, com informações sobre os consumidores.

Programação de campanhas

A programação de campanhas é outra ferramenta que vale a pena explorar. A segmentação da sua campanha para datas específicas (feriados, lançamentos) ou mesmo para a hora do dia pode aumentar a conversão.

Testes

Certifique-se de que sua plataforma de publicidade nativa suporta testes de elementos criativos. Esse recurso permite que você compare cada anúncio com uma taxa de cliques para aumentar a frequência dos que mais convertem.

Gostou do nosso artigo completo sobre Native Ads? Não deixe de conferir o nosso blog para aprender muito mais sobre marketing digital!

Leave a reply

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Your comment:

Your name: